segunda-feira, 19 de fevereiro de 2007

Penalização ou apenas comichão?


Muito se tem falado da despenalização da interrupção voluntária da gravidez, assim como em casamentos entre pessoas do mesmo sexo.
Nós no MTPB achamos que essa não é a questão essencial, assim sendo deveria se realizar um referendo, mas este sim sobre a penalização do casamento entre pessoas vegetarianas!

Problemas e humilhações depois de um casamento entre pessoas vegetarianas:


1) O NAMORO:

Um rapaz chega a casa e diz aos pais: "Pai...Mãe... Tenho uma namorada!!! ela é bonita, inteligente, RICA!!!"
Reacção dos pais: " É vegetariana?"
Filho: "Pois...ai é que está o problema"
Acho que não é preciso continuar para explicar que o rapaz assim como a namorada foram expulsos de casa, trabalhando agora para por dinheiro em casa. (Ela é pedreira, ele é esteticista)

2) O CASAMENTO:

Depois de conseguírem angariar dinheiro, o mesmo casal decide casar. Durante a celebração da missa, o casal é gozado pelo padre:
"Declaro Cátia Christine PEREIRA e Vergílio PALHA marido e mulher!!!" (de uma forma subtil o padre declara-os marido e mulher pronunciando bem alto os apelidos PEREIRA (árvore que dá pêras) e PALHA (fruto proveniente do palheiro).

Outro motivo de indignação é após a celebração do casamento, onde o casal sai da igreja humilhado por centenas de convidados que lhes atiram com ARROZ à cara!

3) OS FILHOS:

O casal decide ter um filho (salada). Já imaginaram os problemas que o filho vai ter a escola? Vai ser gozado diariamente por colegas de turma, com alguns deles a perguntar:
"Como se chamam os teus pais?"
R:"Cátia Christine PEREIRA e Vergílio PALHA"
Já imaginaram? Já imaginaram bem o filho deles a actuar numa peça de teatro da escola e a ser escorrido com pessoa a atirar tomates, alfaces, couves e até alguns "pupinos"?

Acho que demos motivos de sobra para que amanha (ou seja daqui a 1 minuto) se faça um referendo com a seguinte questão:

Concorda com a despenalização de casamentos entre pessoas vegetarianas, se realizada, por opção do casal, nas primeiras 10 semanas de colheita de batatas, feijões, couves, num quintal legalmente autorizado?

7 comentários:

MTPB Team disse...

Já repararam???
ahhh agora temos newsletter! não é catita?
até era giro se a maioria das pessoas soubesse o que era uma newsletter!

(para quem não sabe é uma maquina de rebuçados que está á porta do paraíso!)

Por isso, adiram à newsletter...é cool :D

Anónimo disse...

Tá curtido!!!

Cumps!!!

Master of Puppets disse...

Este Post tem de facto conteúdo verdadeiro, se nao vejamos outro dia aconteceu-me uma coisa parecida quando estava a cortar as unhas dos pés. Algures na America um senhor voltou a casa porque se esqueçeu das chaves do carro. Em africa um leão explode sem motivo aparente.

Chapadas no lombo para todos.

Cátia disse...

Concordo plenamente. Vamos todos votar NÃO neste referendo...não ao casamento entre vegetarianos!
Casamento entre vegetarianos é uma coisa, digamos que, pouco agradável, na medida em que, realmente, coiso, não é?

pois é pois é...

Mestre Nascimento Meireles disse...

cátia said...
"Concordo plenamente. Vamos todos votar NÃO neste referendo..." ???

Então não concordas com a discriminação que os pores dos vegetarianos sofrem diariamente?
A vergonha que sofrem em ir à praça(com as senhoras rurais a olharem de canto como se "ai moço que penteado esquesito", mas na verdade é xenofobia vegetariana), por apenas pedir duas trinchudas, e um alho Francês???

Não concordas?

No Problem, dizes-me que eu roubo-te as cordas sem saberes, e assim ficas sem cordas.
Mais contente? aka :D?

Cátia disse...

Está mal está mal...Coitados dos senhores...se o casamento entre eles fosse realmente proibido já não eram discriminados =/

MTPB Team disse...

Algumas Pessoas (Curiosamente todas elas do sexo feminino) têm se vindo a queixar que são incapazes de colocar um comentário neste blog de elevado prestigio.

Eh pah...nao sei que faça...em certas e determinadas situações dá noutras não! Estamos em duvida entre erro do Blogger ou do próprio Internet Explorer.
Se por acaso sentirem mesmo a necessidade na pele de postar um comment e nao consguirem em enviei para maybetheperfectblog@gmail.com.
Logo logo iremos injectar um comentario nas vossas veias de forma a vos facilitar a vida :)